Autor: Redação de Guia do Emprego

Arrumar emprego na crise econômica: 15 dicas de ouro

Não está fácil encontrar emprego em plena crise, mas algumas dicas podem ser de grande ajuda. Confira!

Conseguir arrumar emprego na crise econômica não é tarefa fácil. O mercado de trabalho oferece poucas vagas e a concorrência costuma ser bem maior, devido ao grande número de profissionais desempregados.

Para facilitar, é importante seguir algumas dicas que auxiliam de maneira muito positiva na busca por novas oportunidades, na participação de processos seletivos e na conquista da tão esperada vaga de emprego.

Confira a seguir 15 dicas infalíveis para arrumar emprego na crise econômica:

Currículo

O currículo é a principal ferramenta para conseguir trabalho. É preciso manter o documento atualizado e as informações devem estar bem organizadas. Evite currículos muito longos, faça um resumo em todos os tópicos para facilitar a leitura e a compreensão da sua carreira profissional pelo recrutador e não se esqueça de colocar detalhadamente somente as três últimas experiências.

Busca de vagas

Para encontrar as vagas abertas recorra à internet. Nas redes sociais faça parte dos grupos de emprego da sua região. Já nos sites, confira as vagas postadas diariamente. É importante verificar a veracidade de cada oportunidade, ao saber da vaga, procure mais informações sobre a empresa e tenha a certeza de que ela realmente está contratando. Nos jornais, fique atento aos classificados semanalmente!

Faça um cronograma

O ideal é montar um cronograma para distribuir currículos e mandá-los por e-mail. Faça uma lista com todas as empresas que possuem vagas em aberto e escolha um dia da semana para entregar os currículos pessoalmente, mesmo que você já tenha enviado por e-mail. Essa atitude demonstra ainda mais interesse pelo trabalho ofertado.

Consultorias de RH

Diversas empresas contam com as consultorias para fazer a contratação, portanto, entregar currículo em alguma delas, é a certeza de que o seu perfil será analisado e quem sabe encaminhado para das vagas lá disponibilizadas.

Fique atento a caixa de e-mails

Ao analisar o currículo, as empresas fazem contato com os profissionais através do telefone de contato do currículo, por isso é importante manter o celular sempre por perto para não perder nenhuma ligação. Porém, algumas convocam os candidatos para entrevista por e-mail, então vale a pena verificar a caixa de entrada duas vezes ao dia.

Flexibilidade

Durante a crise, a variedade de vagas ofertadas também diminui. É preciso ser flexível, estar aberto a novas experiências profissionais e em empresas de diferentes segmentos.

Não crie raízes

Caso não queira arriscar tanto e continuar atuando na área que possui experiência, não crie raízes. Procure oportunidades em todas as regiões do país e deixe claro no currículo a disponibilidade para mudança.

Esteja aberto a propostas

As propostas de salário em meio à crise econômica não costumam ser muito animadoras, mas é preciso colocar na balança e ter a consciência de que continuar desempregado com certeza é menos vantajoso do que ganhar abaixo do esperado.

Vagas temporárias

Com a proximidade das festas de final de ano, a demanda do mercado aumenta e consequentemente o número de vagas temporárias também, tanto no comércio quanto na indústria. É preciso aproveitar a oportunidade, as empresas costumam efetivar grande parte dos empregados temporários.

Comportamento na entrevista

A decisão do recrutador e do gerente responsável pela vaga é totalmente influenciada pelo comportamento do candidato na entrevista. Nunca haja como se já estivesse preparado para tudo, é importante reconhecer e expor os pontos a desenvolver, mas não passe maior parte da entrevista falando sobre seus pontos negativos. Dê destaque a todas as suas habilidades como profissional!

Demonstre interesse

Não são todos os candidatos que são contemplados com a chance de contato direto com o gestor da empresa. Por este motivo, principalmente nas entrevistas com gerentes e coordenadores, é importante evidenciar a vontade de trabalhar e de fazer parte da equipe da empresa.

Estude

É comum fazer parte dos processos seletivos provas de conhecimentos gerais. Portanto, revisar conteúdos de matemática e língua portuguesa é muito importante para não correr o risco de ser reprovado nessa etapa.

Mantenha-se Atualizado

As empresas buscam pessoas bem informadas e muitas vezes questionam o candidato sobre diversos assuntos que estão em alta na mídia, o que pode acontecer na redação ou durante a entrevista. Ler jornais e assistir noticiários ajuda

Trabalhe como autônomo

A crise econômica pode ser uma oportunidade para começar a trabalhar por conta. A opçãoé válida para profissionais de diversas formações. Planejar e dedicar-se a nova rotina é essencial para o resultado desse tipo de trabalho ser positivo.

Invista em você

É principalmente durante a crise que os empregadores exigem profissionais capacitados e mão de obra qualificada para contribuir com os resultados da empresa. Faça cursos gratuitos, assista palestras na internet e leia o máximo de informações sobre a sua área de atuação.

Agora você já tem informações úteis de como arrumar emprego na crise econômica. Coloque as nossas dicas em prática e com certeza será possível voltar ao mercado de trabalho.

Dicas para mandar bem na entrevista de emprego

A felicidade ao receber uma ligação marcando a entrevista de emprego dá lugar a uma ansiedade sem fim. Afinal, são poucos minutos para demonstrar o seu valor, fisgar o recrutador e conquistar a oportunidade, não é? Pensando nisso, confira essa seleção de 15 dicas para mandar bem. Entre conselhos de especialistas, consultados pela Exame e pelo Na Prática, e sugestões baseadas no que diz a ciência, confira o que aumenta suas chances de ser escolhido – ou, como mandar bem na entrevista de emprego.

1. Preparação começa com o currículo

Para se sair bem em uma entrevista, a preparação, de acordo com os especialistas, começa ao escrever o currículo. O documento serve como fio condutor dos principais pontos que serão abordados na conversa com o recrutador.

“A primeira providência é estruturar o currículo. Ao escrevê-lo reflita sobre tudo o que aconteceu na sua trajetória quais foram os significados para a sua vida profissional”, diz Axel Werner, da Kienbaum.

Atente às entregas feitas em cada um dos lugares pelos quais passou. “O currículo deve falar dos resultados que o profissional obteve não só dos conhecimentos e atividades exercidas”, diz César Kaghofer, representante da Dale Carnegie.

2. Sentir-se confiante faz diferença

Segundo descobertas da ciência, quem se sente confiante em uma entrevista de emprego costuma ter melhor desempenho. Destaca a revista Time sobre o assunto:

“Preparar os participantes com sentimentos de poder melhora os resultados da entrevista profissional… Em ambos os estudos, os juízes inconscientes preferiram, com resultados significativos, os candidatos que se sentiam poderosos.”

3. Primeiras impressões importam (e muito)

“A primeira impressão é a que fica” não é um ditado sem fundamento. Pelo contrário, a ciência comprovou esse fato em diversos estudos. A Time vai mais longe e afirma que alguns estudiosos consideram esse o ponto mais importante das entrevistas.

“Otimize as primeiras impressões desde o início, enquadrando a conversa com algumas frases bem ensaiadas sobre como você quer ser percebido. Isso vai acabar sendo a estrutura com que a outra pessoa forma suas memórias sobre você.”

4. Beneficie-se dos poderes da linguagem corporal

Você já ouviu falar de power posing? Basicamente, a especialista Amy Cuddy descobriu que ter uma postura confiante aumenta as chances de sucesso em qualquer situação social.

No entanto, sua maior descoberta é que essa “pose” pode ser “fingida” por quem não está, na realidade, se sentindo super seguro. Veja como, aqui! E confira as outras dicas com base na linguagem corporal para mandar bem na entrevista de emprego.

5. “Imite” o estilo do entrevistador 

Essa dica para mandar bem na entrevista pode parecer estranha, mas tem fundamento. A ciência já linkou, diversas vezes, que a similaridade tem papel forte no quanto “agradamos” alguém. Não é diferente nos processos seletivos.

Isso não é o mesmo que mentir ou mudar sua personalidade. Há um tempo, Felipe Brunieri, na consultoria Talenses, deu a dica ao Na Prática:

“Cada recrutador tem uma personalidade diferente: alguns são mais sisudos e formais, enquanto outros preferem uma abordagem mais coloquial e descontraída. Identificar rapidamente esse estilo, e se adaptar a ele, conta muitos pontos ao seu favor.!

6. Divida a carreira em etapas para estruturar a conversa com o recrutador

De acordo com Werner, é importante dividir a sua carreira em etapas. “Estruture a parte da carreira onde teve aprendizado, em seguida veja onde começa a etapa de utilização das ferramentas aprendidas, que é seguida pela fase de desenvolvimento das ferramentas de liderança e por fim pela etapa de aplicação das habilidades de liderança”, recomenda.

Reflita sobre as suas atividades exercidas. Em cada uma das fases da sua carreira, esteja pronto para relacionar com os eventos transcorridos.

7. Pesquise informações sobre a empresa e o cargo

“De uma forma geral, os executivos não se preparam para as entrevistas de emprego”, diz a coach Mariella Gallo. Saber o que se espera do profissional que ocupe aquela posição é essencial para ter “ ponta da língua” a razão pela qual você pode ser a pessoa certa para o cargo. Nesse ponto vale desde conversar com pessoas que já trabalhem na empresa, como até visitar o local e se apresentar como candidato, segundo Kaghofer.

A especialista em gestão de recursos humanos, Claudia Bitencourt, lembra que tudo isso é importante para você saber responder porque quer mesmo trabalhar lá. “Quanto mais informação o profissional puder ter melhor porque é um processo de escolha mútua”, diz.

8. Estude as perguntas mais comuns

Algumas questões estarão presentes em todas as seleções. Por isso, a dica para mandar bem na entrevista de emprego é estudá-las com antecedência e dedicação. Imagine-se respondendo perguntas como:

Por que você se interessa em trabalhar na empresa?

Quais são seus pontos fortes e fracos?

Do que você mais se orgulha? / Quais são suas maiores conquistas?

Onde quer estar em 5 anos?

Entrevista de emprego: um guia completo para você conseguir qualquer vaga que deseje

9. Esteja preparado para responder as mais difíceis

Não dá para prever as perguntas mais originais que o recrutador fará. Mas, tendo pesquisado sobre a companhia e sua cultura, você pode tentar se preparar para responder algo que pode surgir.

Por exemplo, se autonomia é um foco da organização, pense em como explicaria como você saber lidar bem com esse valor durante o dia a dia. E assim por diante. Confira essa lista de perguntas mais difíceis para se inspirar!

10. Foque em resolver o “problema” do recrutador

É claro que o seu objetivo é conquistar a oportunidade profissional, mas demonstre, durante a conversa, estar atento às necessidades da empresa. “O foco da conversa deve ser em resolver o problema do empregador. O que a empresa está precisando?”, recomenda o representante da Dale Carnegie.

Por isso que as informações colhidas antes da entrevista são tão importantes. São elas que darão o embasamento necessário para você mostrar que o seu perfil é indicado.

Ter ideias para que a empresa tenha melhor desempenho é uma boa para impressionar

11. Prove competências a partir de ações e resultados

Ao fazer a breve apresentação da sua carreira, geralmente algo que acontece logo no início da conversa com o recrutador, enriqueça as informações do currículo falando sobre as ações e resultados.

“É interessante listar projetos importantes que ele realizou dando exemplos, mostrando números, atos e ações”, diz Mariella. Seja específico sobre o grau de responsabilidade em cada uma das funções, diga quantas pessoas eram lideradas por você, por exemplo. Indique a quem você se reportava. Para mandar bem na entrevista de emprego, não deixe estes detalhes escaparem.

12. Utilize o método STAR para contar sobre sua trajetória

A terceira dica para mandar bem na entrevista de emprego é usar o STAR, método de estruturação que ajuda na hora de contar sua história e conquistas. STAR é um acrônimo para Situação, Tarefa, Ações e Resultado.

Basicamente, é só seguir essa ordem ao narrar seus feitos. Assim, garante que nenhum ponto importante ficará de fora. Se quiser saber mais sobre a técnica, confira a matéria dedicada ao assunto.

13. Fale sobre o seu desenvolvimento profissional

Além dos valores que você gerou nas empresas em que trabalhou, lembre-se também de abordar o aprendizado para o desenvolvimento profissional.

Mesmo fora da fase de aprendizado, propriamente dita (faculdade, estágio, pós-graduação), o desenvolvimento deve ser mantido. “É trazer uma nova perspectiva e mostrar que a sua carreira é pautada em desafios”, lembra Werner.

Promoções, novos projetos e equipes ensinaram o quê? Quais as novidades em cada etapa da carreira merecem destaque, na sua opinião? Claudia lembra que o autoconhecimento é a regra de ouro. “Uma pessoa que não se conheça não tem ideia clara do potencial das suas realizações”, diz.

14. Atente à comunicação, treine antes se for preciso

Sem esta competência, você não conseguirá fazer absolutamente nada do que os especialistas recomendam nos itens anteriores. “As pessoas falham muito na comunicação”, diz Kaghofer. Não se esqueça de que a prática é a mãe da excelência. Treine, pratique, desenvolva esta habilidade.

15. Faça perguntas relevantes

Por fim, para mandar bem na entrevista de emprego, pergunte coisas relevantes. A maior parte das entrevistas, em algum momento, o recrutador pergunta ao candidato se ele tem alguma questão. Esse comportamento não é em vão ou apenas um gesto educado do entrevistador. Na realidade, o candidato pode realmente utilizar a oportunidade para tirar uma dúvida.

Porém, se aqui, o candidato mostra interesse e conhecimento com uma pergunta bem construída, pode se destacar da competição. Tente algo como “como você caracterizaria a cultura da empresa?” Ou, se precisar de mais inspiração, confira as duas matérias do Na Prática sobre o assunto.

Como o Coaching ajuda a arrumar um emprego rápido?

As técnicas e ferramentas de diversas áreas e ciências utilizadas pelo Coaching, como a Administração, Gestão de Pessoas, Gestão de Negócios, Gestão de Tempo, Neurociência, Psicologia, Psicologia Positiva, entre muitas outras, têm grande potencial de ajudá-lo a arrumar um emprego com ainda mais rapidez. Isso ocorre, pois a metodologia tem como principal objetivo, além de tudo, potencializar as suas chances de se recolocar no mercado de trabalho.

Isso acontece, pois o processo de Coaching permite e garante ao indivíduo:

Expansão do autoconhecimento;

Reformulação da carreira, através de um planejamento eficaz;

Definição de ações e estratégias assertivas;

Desenvolvimento de habilidades e competências;

Aprimoramento da capacidade de comunicação;

Identificação dos pontos de melhoria;

Aperfeiçoamento do relacionamento interpessoal;

Gestão de tempo;

Mudança de comportamentos e pensamentos sabotadores;

Aumento da autoconfiança;

Desenvolvimento da inteligência emocional;

Visão sistêmica;

Capacidade de negociação;

Eliminação das crenças limitantes;

Reconhecimento da motivação;

Potencialização dos pontos fortes;

Maximização do foco;

Desenvolvimento de habilidades de liderança;

Resolução de problemas;

Superação de dificuldades e desafios.

Não existe fórmula mágica, arrumar um emprego rápido requer iniciativa, persistência e foco. Nesse sentido, muito mais do que fazer com que uma pessoa consiga aquela tão desejada vaga, o Coaching visa o desenvolvimento do potencial infinito do indivíduo, para que assim, ele se aperfeiçoe não apenas enquanto profissional, mas também enquanto ser humano de forma integral.

Atitudes que são bem vistas pelas organizações e maximizam ainda mais as suas chances de arrumar um emprego

  • Ter um currículo com dados pessoais, formação, experiência, atividades extracurriculares e objetivo profissional de forma clara e correta, além de informações verídicas e atualizadas;
  • Possuir bagagem e experiência profissional;
  • Conhecer e estudar a empresa em questão, seu ramo de atuação, concorrentes, produto/serviço, missão, visão e valores, entre outras informações, através do seu site e redes sociais;
  • Durante a entrevista, usar palavras e frases que o recrutador deseja ouvir e assim, atrair a sua atenção;
  • Ter linguagem corporal, postura, gestos, tom de voz, expressões faciais e oratória adequados;
  • Se vestir de forma apropriada, de acordo com o perfil da vaga da empresa;
  • Passar confiança e segurança no momento da entrevista;
  • Chegar com antecedência para o recrutamento;
  • Ter uma boa relação e referências de empregos anteriores;
  • Possuir perfis nas redes sociais discretos e que passem credibilidade.

Dar atenção a estes pontos e ter cuidado com cada um deles, vão mostrar que você é um profissional comprometido e que se importa com todos os detalhes, dos pequenos aos maiores. Dessa maneira, os recrutadores enxergarão o seu potencial e você passará a ser cada vez mais disputado pelo mercado de trabalho.

15 Dicas eficazes que o ajudarão a encontrar um bom emprego

15 Dicas eficazes que o ajudarão a encontrar um bom emprego

Encontrar um emprego não tem sido uma tarefa fácil, principalmente em tempos de crise econômica na qual o país tem passado. O número de pessoas desempregadas tem aumentado muito e a demanda por novos funcionários está cada vez mais baixa.

Quando uma vaga de trabalho é aberta a concorrência em torno dela é muito grande e os mais qualificados saem na frente. Além da qualificação, para conseguir um emprego é necessário ter um bom currículo e um excelente comportamento.

Currículo

O currículo é o recurso mais tradicional e eficaz para conseguir um emprego. Ele deve ser restrito, contendo apenas os dados pessoais, escolares e profissionais do candidato. Ele deve ser dividido em tópicos, está organizado e com todos os dados atualizados. É importante citar no currículo apenas as três mais recentes experiências de trabalho.

Fique de olho nas vagas

A internet é um ótimo aliado das pessoas que estão em busca de emprego. Procurar informação de vagas nas redes sociais e nos sites pode compactar o tempo de busca. Todavia, é preciso analisar se a vaga que está sendo oferecida pela empresa online realmente existe. Tenha o hábito de olhar os classificados dos jornais toda semana.

Estabeleça uma rotina

Selecione lugares para entregar currículos. Vá pessoalmente à empresa que está oferecendo vagas de trabalho. Isso é visto pelo empregador como um ponto positivo, pois demonstra interesse pelo emprego.

Consultorias de RH

Ao invés de contratar diretamente um funcionário, algumas empresas contratam consultorias de RH para fazer esse trabalho. Fazer a entrega do currículo pessoalmente nesses lugares lhe dá a segurança de que seu currículo vai ser visto e avaliado. e se for o caso, repassado para a empresa que, se gostar do seu perfil irá lhe procurar por meio de telefone ou e-mail.

Sempre dê uma olhada na caixa de e-mail

Quando as empresas resolvem contratar um funcionário através de currículo, ela busca contato através de telefone ou e-mail. Mantenha-os sempre atualizados e cheque-os diariamente.

15 Dicas eficazes que o ajudarão a encontrar um bom emprego

Seja flexível

Quando bate a necessidade de arrumar um emprego é necessário flexibilidade, ou seja, não podemos ficar limitados a apenas uma área.

Não mantenha laços permanentes

Se atuar em outras áreas de trabalho que não seja a sua não é o seu objetivo, demonstre ao menos que você possui disponibilidade de trabalhar em outras regiões.

Esteja aberto a propostas

Não estabeleça salário e nem saia correndo caso o salário oferecido não é o desejável. Em todo caso, ficar sem trabalho é pior do que não ganhar bem.

Aproveite as vagas temporárias

A melhor época de conseguir um trabalho temporário é durante as datas comemorativas. Mostre esforço e determinação, pois muitos empregos temporários acabam se tornando efetivo.

Comporte-se na entrevista

O seu comportamento é totalmente avaliado numa entrevista de emprego. Demonstre segurança e habilidades, porém não se mostre sabedor de tudo, abra espaço para falar sobre o que precisa melhorar enquanto profissional.

Demonstre interesse

Durante as entrevistas de emprego passe demonstração de interesse em fazer parte da empresa.

Foco nos estudos

Algumas empresas contratam funcionários mediante processo seletivo. Nesse contexto é importante estudar conteúdos das disciplinas básicas para garantir aprovação.

Mantenha-se Atualizado

Estar atualizado sobre os principais fatos que acontecem no Brasil e no mundo é importante para realizar uma entrevista de emprego ou um processo seletivo.  Fique de olho em jornais e noticiários.

Seja um profissional autônomo

Ser um profissional liberal está em alta e garante uma boa renda. Analise as suas habilidades e invista.

Invista em você

Reciclagem é superimportante para um bom profissional. Se atualizar na profissão através de cursos e palestras é de grande valia. Vale a pena dá uma olhada na internet para vê se dispõe de algum curso gratuito.

Boa sorte!

Dicas para conseguir um emprego

Confira algumas estratégias de como encontrar um emprego de forma mais rápida e sem complicações!

Procurar um emprego pode ser uma tarefa complicada. Não existem mágicas para se conseguir um emprego, o que existem são estratégias. Não é necessário ficar o dia todo navegando na rede, em busca de anúncios de empresas. Isso só torna o seu trabalho de busca mais difícil e cansativo, pois a tecnologia, que por um lado ajudou o acesso aos anúncios de emprego das empresas, por outro dificultou o trabalho dos recrutadores, que recebem milhares de currículos por dia.

Com isso, ficou impossível para as organizações ler e analisar as informações de todos os candidatos às vagas disponíveis. E, assim, muitos recrutadores preferem os candidatos que são indicados por pessoas que já trabalham na empresa. Por isso, procure pessoas conhecidas dentro da organização, suas chances de conseguir o emprego serão maiores.

Descubra a faculdade certa pra você em 1 minuto!

concorrência se tornou muito grande, o que faz com que pessoas menos qualificadas percam cada vez mais a chance de conseguir um emprego. Confira algumas dicas para conseguir um emprego de maneira mais rápida:

Priorize suas opções

Faça uma lista com as empresas que você sempre quis trabalhar, os empregadores que mais lhe agradam, as organizações que estão em destaque no seu ramo e aquelas que possuem colaboradores que podem lhe indicar ao cargo.

Verifique a sua motivação para cada empresa que escolheu e pesquise se há vagas disponíveis na mesma. Com isso, você terá uma lista composta pelas organizações que possuem características que chamam a sua atenção.

Encontre seu objetivo

Procure pesquisar por empresas que atendam as suas necessidades. Conheça seus pontos fortes e fracos. Sabendo quais são suas dificuldades e suas facilidades ficará mais fácil direcionar sua procura para oportunidades de emprego corretas. Além disso, tenha em mente em qual área da empresa você deseja trabalhar. Crie uma lista com atividades que mais lhe agradam e procure por áreas relacionadas a elas.

Organize seu tempo

Estruture seu tempo em busca de empregos que lhe agradam. Faça uma programação com o ranking das empresas onde deseja trabalhar, assim você não irá perder tanto tempo procurando por organizações que não possuem a vaga desejada.

Atualize seu currículo

Seu currículo deve estar sempre atualizado, contendo informações pessoais que sejam relevantes para a empresa, como experiência profissional, formação superior, trabalhos anteriores, entre outras. Ter o melhor currículo é fundamental. Aproveite seu tempo livre para aperfeiçoar suas técnicas de mercado e invistas em novos cursos ou recicle seus cursos antigos. Com isso, você estará mais bem preparado do que seus concorrentes.

Faça contato com a empresa

Procure por pessoas conhecidas que trabalham na organização onde deseja ingressar, pois são estas pessoas que irão fornecer importantes informações para os recrutadores. Faça sempre networking e classifique as pessoas de acordo com a maneira de como elas poderão ajudar. Muitas não irão fazer nada para ajudá-lo.

Conheças quais práticas funcionam melhor na organização

Avalie na sua procura de emprego quais práticas irão dar maior ou menor resultado na empresa. Descubra se a organização dá preferência aos currículos enviados pela internet ou aos que são entregues pessoalmente. Ao investir no que proporciona resultados, será mais fácil encontrar boas oportunidades.

Prepare-se

Assim que obtiver respostas de seus contatos, comece a pesquisar sobre a empresa e a área onde pretende atuar. Encontre as notícias mais recentes vinculadas à mesma e procure se adequar a necessidade da organização. Chegue bem preparado para sua entrevista de emprego, isso irá aumentar suas chances de ser convocado.

Fale diretamente com a empresa

Quando entrar em contato com a organização, fale diretamente com o diretor do setor onde pretende atuar e deixe-o impressionado com suas qualificações. Fale sempre diretamente com o chefe da área onde deseja trabalhar.

Evite estes erros ao procurar emprego

Evite estes erros ao procurar emprego

Saiba quais são as principais gafes que os candidatos cometem durante o processo seletivo

1. Candidatar-se aleatoriamente

Procurar emprego ganhou contornos diferentes de quando nossos pais iam até um estabelecimento, entregavam um currículo em papel impresso ou preenchiam uma ficha. Bem diferentes. E você imaginando por que não conquista a vaga dos sonhos, né?

Pois é, tem mais gente aplicada nesse objetivo. E talvez você esteja, ainda, cometendo alguns erros, coisas que o novo mercado de trabalho exige e você ainda não se deu conta. Quer uma lista? Lá vão algumas dicas muito importantes para se ligar na hora de procurar emprego. Elas são baseadas em um artigo recente do especialista Paul Keijzer.

Não importa quão desesperado você está. Você simplesmente não pode se candidatar para cada trabalho existente e que ofereça uma chance – porque, acredite, nem todos são boas chances. Encontre um emprego que não somente se encaixa em sua carreira, mas também uma função e uma empresa nas quais você acha que se encaixaria bem.

2. Ter um currículo “pau-para-toda-obra”

É o que muita gente costuma fazer – um currículo que pode ser atirado para qualquer lado. Mas lembre-se, você não está se candidatando aleatoriamente a empregos, né? Então você deve adequar seu currículo às necessidades de seus empregadores potenciais sendo mais específico, acrescentando ou retirando o que considere mais apropriado a cada um.

3. Ignorar sua vida online

Não tem tempo para isso? Errado. Você não só precisa manter uma presença online, mas precisa atualizá-la constantemente. Você é um perito na sua área? Ótimo – mas de nada vale isso se você não se mostrar para mais gente ou não fazer valer suas ideias e opiniões.

Evite estes erros ao procurar emprego

4. Ignorar o networking

Fazer networking é provavelmente uma das maneiras mais eficazes de achar seu emprego dos sonhos – e também uma das mais difíceis. É que você precisará estar muito (muito mesmo) em contato com outras pessoas (e de modo focado, efetivo) para mostrar exata e profundamente o que você quer do futuro. Dá trabalho, mas compensa.

5. Não conhecer a empresa que se candidata

Esse ponto provavelmente é mencionado em cada uma das listas que falam sobre erros no momento de procurar emprego – mas é real, a maioria das pessoas simplesmente não pesquisa em detalhes a empresa onde se candidata. E hoje não é suficiente apenas visitar o site “por alto”. Você deve se juntar à empresa nas mídias sociais, por exemplo, e ler muitas notícias sobre ela.

6. Não adequar-se aos novos tempos

Acha que todo esse negócio de mídias sociais não é relevante, pois você tem experiência de 25 anos? Desculpe desapontar você! Não importa se você está começando a carreira ou tem grande experiência, você tem que acompanhar as evoluções. Tem que estar por dentro de eventos atuais, novas tecnologias, as últimas conferências etc. Você tem que saber o que está acontecendo agora e precisa estar envolvido.

7. Usar celular durante a entrevista de emprego

Mesmo se for para checar as horas, não faça isso! Sob nenhuma circunstância você deve ser pego olhando seu celular (ou o seu relógio). Se estiver envolvido com algum tipo de emergência, informe o entrevistador antes de começar. Sua atenção deve estar 100% na entrevista de emprego.

8. Chegar muito cedo na entrevista

De novo: mesmo naquela onda do desespero, não chegue muito antes para a entrevista de emprego. Claro, não chegue atrasado também! A quantidade respeitável de tempo para chegar é de 10 minutos antes da hora marcada. Isso é suficiente para mostrar profissionalismo.

9. Ser muito sério ou muito engraçadinho

Moderação é a chave para a vida e mais ainda para entrevistas. Você provavelmente vai estar em uma longa fila de entrevistados, então lembre-se de não ser chato a ponto de cansar os entrevistadores e não tentar ser muito divertido – até tornar-se desagradável. O melhor conselho é “seja você mesmo”. Mas veja se não é preciso adequar sua personalidade para um tom acima ou um tom abaixo para conseguir o emprego.

10. Levar uma comidinha na entrevista

Parece brincadeira, mas há pessoas que levam café ou chá para uma reunião (ou mesmo um lanchinho de casa). Não faça isso. Primeiro: é estranho falar e comer/beber. Depois, porque você vai estar abrindo os portões para acidentes com derramamento de líquidos, vai estar em uma posição esquisita para segurar a coisa toda e pode fazer barulhos sorvendo a xícara ou mastigando. Alimente-se antes ou depois da entrevista. Em casa, de preferência (quando ainda há roupa limpa disponível, se precisar).

11. Limitar-se a procurar emprego

Procurar emprego não é fácil, especialmente hoje em dia. Essa atividade tem potencial para consumir a vida de qualquer um – mas não deixe isso acontecer. Inclusive porque, durante a entrevista, é possível que te perguntem sobre seus interesses, e se você responder “eu não tenho tempo para interesses, pois estou procurando emprego”. Bom, você vai se afundar com essa resposta!

6 Dicas de especialistas pra você conseguir um emprego mais rápido

MANTENHA SEU CURRÍCULO SEMPRE ATUALIZADO

Parece uma dica simples, mas ela é fundamental. Muitas vezes, a gente se esquece de atualizar o currículo e, na urgência, encaminhamos um documento desatualizado e podemos perder a vaga por causa desse deslize.

NÃO ATIRE PARA TODOS OS LADOS

No desespero para conseguir um emprego, é comum “atirar” para todos os lados e se candidatar para qualquer vaga – mesmo quando ela está fora do seu perfil. Este é um erro bem comum! Quem envia o currículo para qualquer vaga tem menos chances de ser chamado, já que existem outras pessoas com o perfil mais adequado. Aliás, segundo Lílian, aquela história de que o candidato não foi aceito porque “não se encaixou ao perfil da empresa/vaga” é realmente verdadeira, então, mesmo se você for chamado para a entrevista, é bem provável que não passe.

IDENTIFIQUE SEUS VERDADEIROS TALENTOS

O autoconhecimento é fundamental. Quando perguntam para você em uma entrevista quais são seus defeitos e suas qualidades, o entrevistador busca entender se você realmente se conhece e sabe identificar que tipo de trabalho gosta de fazer. Quando você identifica seus verdadeiros talentos, consegue otimizar a sua busca pelo emprego ideal, afinal, não vai se inscrever para qualquer vaga e a possibilidade de se dar bem na entrevista aumenta – é mais fácil vencer quando jogamos em território conhecido.

PROCURE POR EMPRESAS QUE COMBINAM COM VOCÊ

Antes da entrevista, é importante pesquisar sobre a empresa: “Quanto mais alinhado aos valores da empresa, mais perfil um profissional tem para trabalhar nela. Um dos aspectos mais importantes analisados pelos especialistas em Recursos Humanos nos candidatos é o quanto eles se identificam com a visão, missão e valores da companhia”, afirma Lílian. Então, quando você se identifica com a empresa, com seus valores e com a sua cultura, fica bem mais fácil conquistar o entrevistador e também curtir o emprego depois que você passar na entrevista.
A sinergia que acontece durante a conversa com o profissional de RH ou com o gestor da área é bem mais eficaz quando você realmente admira a proposta do lugar.

MANTENHA-SE ATUALIZADO

Você precisa estar atualizado sobre o que acontece no mundo para se dar bem em uma entrevista de emprego. Lílian garante: “Estar atento às atualidades ajuda o candidato a saber o que anda acontecendo no mercado, além de ser uma ótima oportunidade para compartilhar opiniões, ideias e experiências, através de grupos de discussão”. Além de dominar os conhecimentos gerais, é importante realizar cursos para também se manter atualizado na sua área de atuação. Muitas áreas estão mudando em uma velocidade assustadora por causa da tecnologia e da internet, e isso muda a interação entre empresa e cliente e entre cliente e produto. Por isso, se você não acompanhar essas mudanças, vai ficar para trás.

FAÇA O NETWORKING

Networking é um dos principais aliados para alavancar a sua carreira. Mantenha contato com seus colegas de faculdade ou de curso, participe de eventos da área, visite feiras e faça contatos. Mesmo com todas os sites de busca de emprego, o networking ainda é a ferramenta mais eficaz para conseguir uma vaga dentro do seu perfil. Não basta conhecer as pessoas certas, é preciso estar se comunicando com elas com frequência para conseguir uma indicação.


Translate »